O Google Analytics

By 1 de Março, 2020 Sem categoria

Princípios do Google Analytics 

Quem tem um site, tem de ter configurado o Google Analytics. Porquê? Porque só assim irá conhecer com mais detalhe quem visita o seu site, podendo desta forma, planear as suas campanhas, investindo de forma mais eficaz.

DIMENSÕES E MÉTRICAS

Existem dois blocos de construção que são importantes: Dimensões e Métricas. Todos os relatórios no Google Analytics são compostos por dimensões e métricas.

As dimensões descrevem os dados. As métricas medem dados. 

As dimensões, por exemplo, a dimensão Cidade indica a cidade, por exemplo, “Paris” ou “Nova Iorque”, de origem de uma sessão. A dimensão Página indica o URL de uma página visualizada.

As métricas são medidas quantitativas. A métrica Sessões corresponde ao número total de sessões. A métrica Páginas/Sessão é o número médio de páginas visualizadas por sessão.

PLANO ANALYTICS

Como elaborar um Plano de Analytics? Em primeiro lugar devemos definir objetivos. Por que é que tem um site? Para tornar a marca mais conhecida? Ou será para aumentar as vendas de determinado produto?

Depois passamos ao planeamento da estratégia.

Não se esqueça que o seu site tem de ter conteúdo de qualidade. A landing page deve conter informações úteis, que estimulem o utilizador a seguir adiante no funil de vendas.

Estabeleça os KPIs

KPIs não são o mesmo que métricas, mas uma métrica pode se tornar um indicador-chave de performance.Os KPIs são indicadores importantes para o seu negócio e o seu objetivo, enquanto uma métrica é apenas algo a ser medido. Se por algum motivo essa métrica se torna relevante para a sua estratégia, ela vira um indicador-chave.O importante é compreender o que pode ajudar na tomada de decisão dentro da sua empresa. 

Os indicadores de desempenho (Key Performance Indicators, ou KPIs) são os índices que determinam a efetividade de uma campanha.

Indicadores de produtividade

São ferramentas aplicadas de maneira contínua na gestão de negócios com o objetivo de avaliar o rendimento e a eficiência dos processos nas empresas. Resumidamente, agem para mensurar a quantidade de recursos que uma empresa utiliza para gerar um determinado produto e/ou serviço.

Indicadores de qualidade

Seguem junto aos indicadores de produtividade, uma vez que auxiliam na análise de qualquer imprevisto ou erro ocorrido ao longo de um processo produtivo.

Indicadores de capacidade

Estes analisam a capacidade de resposta de um processo através da relação entre as saídas produzidas por unidade de tempo. Aliados aos de produtividade e qualidade, demonstram quão competitiva a empresa é.

Indicadores estratégicos

Os KPIs estratégicos fornecem informações sobre como o empreendimento se encontra em relação às metas definidas anteriormente. Fornecem um comparativo entre o cenário atual da empresa e o esperado. Em outras palavras, medem em “que pé” as coisas estão.

As ferramentas digitais geram muitas estatísticas, por isso, temos de saber quais delas fornecem material relevante de análise. A origem do tráfego? o conteúdo mais acedido? O dispositivo usado pelas pessoas?

O Google Analytics agrupa os dados e relatórios baseados em: Aquisição (quantidade de tráfego para o site), Comportamento (nível de engajamento no site) e Conversões (eficácia do site na conversão de visitantes em clientes ou leads). O Público também é um componente importante do Google Analytics.

  • Aquisição mede o tráfego para o site e diz como o site conquista visitantes.
  • Comportamento diz o quanto o site está envolvendo os visitantes, também aponta as páginas que eles visualizam e as ações que eles tomam no site.
  • Conversão rastreia a eficácia do seu site para persuadir os visitantes do site a realizarem ações desejáveis.

Terminologia Básica. Alguns dos conceitos mais relevantes dentro desta plataforma:

  • Sessões – Todos os dados de utilização (acessos, páginas visitadas…) estão agregados a uma sessão. Cada sessão conta com um período temporal em que um utilizador está a interagir ativamente com o site. Por norma cada sessão é encerrada ao final de 30 minutos de inatividade.
  • Utilizadores – Número de pessoas que interagiram com o site num determinado período temporal. É possível fazer a distinção entre novos utilizadores (pessoas que acedem ao site pela 1ª vez) e utilizadores frequentes.
  • Visualizações de páginas – É o número total de páginas visualizadas em todas as sessões.
  • Páginas/Sessão – Informa a média de páginas que são visualizadas em cada sessão.
  • Taxa de Rejeição – É a taxa que expressa a percentagem de pessoas que abandona o site após visualizar uma única página.
  • Tráfego Direto – Deriva de uma sessão em que o utilizador escreveu, por exemplo, o link do site no URL no navegador ou acedeu ao site através de qualquer outro marcador.
  • Tráfego Orgânico – É o tráfego realizado através de pesquisas não pagas num motor de pesquisa (Google, Yahoo, Bing…). Devido à alteração nas definições de privacidade do Google na maioria das vezes não é possível saber a sua origem. Mas poderá ver através da Search Console quais os termos utilizados.
  • Tráfego Referral – Designa o tráfego que é gerado de outros sites através de links de referência.
  • Tráfego Social – É todo o tráfego que é gerado através de uma rede social (Facebook, LinkedIn, Pinterest, Twitter…)
  • Tráfego Pago – É todo o tráfego que é gerado por campanhas de publicidade paga – como é o caso do Google Ads.

O Google Analytics é a ferramenta de análise mais utilizada no mundo para monitorizar com eficiência a nossa performance online e traçar estratégias consistentes para o seu negócio. Tem a vantagem de poder ser integrada facilmente com outros serviços do Google, como o  como AdWords Search Console. O Google Analytics é um software que está ligado ao seu site por meio de um código de acompanhamento. Este é um pequeno código JavaScript criado quando criamos uma conta do Google Analytics.

Esta ferramenta depois de corretamente instalada , é possível monitorizar o perfil de quem acede ao seu site, as páginas mais visualizadas, conversões, dispositivos, cidades e muitos outros dados. A análise destas métricas e indicadores de marketing tornou-se parte do processo de tomada de decisão das empresas.

Acompanhar o comportamento do seu público-alvo é importante em diversos níveis. Deixamos aqui alguns exemplos relevantes para qualquer negócio:

  • Entender os horários para programar as suas ações. Por exemplo, saber quais os dias do mês, da semana ou até mesmo as horas em que os seus visitantes mais visitam com o seu site. Isto permite optimizar o seu investimento.
  • Descobrir causas para abandono do seu site. Ou seja, quantos visitantes abandonam seu site sem ao menos interagir com ele?
  • Compreender quais os dispositivos utilizados por seus visitantes. Hoje é imprescindível que suas páginas estejam otimizadas para dispositivos móveis.

Leave a Reply

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!